24 de mar de 2010

Morte, não é chegada há sua hora!

Pouco tempo depois Jesus foi para uma cidade chamada Naim. Os seus discípulos e uma grande multidão foram com Ele. Quando Ele estava chegando perto do portão da cidade, ia saindo um enterro. O defunto era filho único de uma viúva, e muita gente da cidade ia com ela. Quando o Senhor a viu, ficou com muita pena dela e disse:

Não chore!

Então Ele chegou mais perto e tocou no caixão. E os que estavam carregando pararam. Então Jesus disse:

Moço, eu ordeno a você: levante-se!

O moço sentou-se no caixão e começou a falar, e Jesus o entregou a mãe.

Lucas 7:11-15

Não chore, disse Jesus para aquela mulher, mais como não chorar diante de tamanha perda. A única coisa que aquela pobre mulher podia fazer era chorar abundantemente, lamentar a perda do seu bem maior, o seu único filho. A morte implacável atingiu aquela mulher por duas vezes, primeira o seu marido, agora o seu filho. A morte de um filho não está na ordem natural das coisas. Possivelmente aquela mulher estava fazendo o mesmo percurso que fez para enterrar o seu marido, mais agora levava o seu filho. Ela sentia uma dor enorme, creio eu que muito maior que a perca do seu marido. Seu único filho, sua herança, aquilo que Deus te deu de mais precioso, tudo que ela tinha de mais valioso. Agora ela esta sozinha sem ninguém, abandonada à própria sorte. A única coisa que lhe restava era chorar, e diz a bíblia: E, vendo-a, o Senhor moveu-se de íntima compaixão por ela e disse-lhe: não chore! Ela para seu andar porque sente algo diferente. No fundo ela não quer acreditar na morte do seu filho (Qualquer pai e mãe não querem acreditar que um filho se foi), por mais que ela veja o corpo do seu filho no esquife, imóvel sem vida. Neste momento o Doador da Vida, O Alfa e o Omega, O Todo Poderoso, O Rei dos Reis, Deus Pai, isso mesmo Deus Pai, somente um pai sabe o que e perder um filho. Lembro-me do que Jesus disse no sermão do monte “Felizes as pessoas que choram, pois Deus as consolará”, ou terá íntima compaixão. Jesus encosta no caixão e diz: moço, eu ordeno a você: levante-se! Jesus da uma ordem direta aquele corpo sem vida, contrariando toda lógica humana, ciências e incredulidades. Por mais que o problema seja grande, impossível, por mais que a lógica e a ciência digam ao contrário, por mais que as pessoas que estão a sua volta, não acreditem que algo possa mudar, creia, Deus muda situações! O corpo sem vida ouve a voz do seu Criador e imediatamente o jovem volta á vida.

A vida está em suas mãos, Ele dá a quem quiser.

Um comentário:

Pastoragente disse...

Graça e paz!
Vim conhecer seu Blog e tive uma grata surpresa, pois é muito boa sua iniciativa.
Já estou seguindo.
Venha dar a honra de sua visita no PASTORAGENTE.BLOGSPOT.COM e, se quiser seguí-lo, vai ser uma alegria para mim.
Lá eu exponho da forma mais realista e divertida possível as situações, dúvidas, experiências ministeriais e pessoais de uma mulher simples como eu.
Fique na paz e que o Senhor abençôe você e toda sua família.
Abração!!!