26 de fev de 2010

Secretário de saúde é assassinado ao deixar igreja evangélica.

Secretário de Saúde de Porto Alegre é assassinado a tiros.

Eliseu Santos foi baleado ao deixar um culto religioso.
Ele foi morto na frente da mulher e da filha de 6 anos.

O secretário da Saúde de Porto Alegre, Eliseu Santos, de 63 anos, foi morto na noite desta sexta-feira (26), no Bairro Floresta, na Zona Norte da capital gaúcha. Segundo a polícia, ele foi baleado várias vezes ao deixar um culto religioso, pouco depois das 21h.
De acordo com o tenente Luís, do Centro Integrado Ostensivo de Segurança Pública (Ciosp), o secretário foi morto dentro de seu carro após quatro homens terem se aproximado do veículo e, ao menos um deles, disparar algumas vezes. Segundo a polícia, Eliseu teria sido atingido três vezes no peito.
A assessoria da Secretaria Estadual de Saúde informou que Eliseu Santos foi morto na frente da mulher e da filha de 6 anos. Embora estivessem no mesmo carro, elas não foram atingidas pelos disparos.
Na versão da assessoria, porém, Eliseu Santos foi baleado quatro vezes: na perna direita, cabeça e duas vezes no peito.

Reação
A assessoria informou ainda que Eliseu Santos estava armado com uma pistola 380 e reagiu, disparando contra os agressores. A polícia confirmou que o secretário também atirou, mas não soube informar quantos tiros ele disparou tampouco qual tipo de arma ele usouTestemunhas disseram à Polícia Civil que entre seis e dez tiros foram disparados. A equipe de peritos não se manifestou.
Segundo a assessoria da secretaria estadual de Saúde, Eliseu Santos andava armado porque vinha sendo ameaçado de morte.
A polícia ainda investiga as circunstâncias do crime, pois não há registro de que os agressores tenham levado algo de valor do secretário e de sua família. O grupo teria usado um Vectra para fugir do local.

Nenhum comentário: